Portal do Governo Brasileiro

Biblioteca inDICA n. 01, ano 2 – Literatura inglesa: George Orwell


Olá!

Estamos de volta para o ano de 2021!

E começamos apresentando um grande autor da literatura inglesa: George Orwell

Audiodescrição:

Informativo do SIBI Sistema Integrado de Bibliotecas do IFC n. 67 de fevereiro de 2021. George Orwell foi o pseudônimo que o inglês Eric Arthur Blair (1903-1950) utilizou para assinar obras literárias e textos jornalísticos. O autor se notabilizou — em âmbito mundial — pela sua visão de mundo, por meio da qual fez críticas a respeito de injustiças, geralmente se contrapondo a regimes totalitários. A esquerda foto colorizada do autor, um homem de meia idade, cabelos e olhos escuros e franzino. A foto mostra do peito para cima, usa um paletó e uma camisa de colarinho, usa um bigode ralo, olha e sorri para a câmara. Texto e diagramação Denise Pagno pela CETT Comissão de Estudo e Trabalho Temáticos. Orwell produziu inúmeros artigos, críticas literárias e resenhas, mas é conhecido, mais do que tudo, pelo romance 1984, publicado em 1949: a obra faz alusão a um mundo em que tudo seria vigiado, como se os habitantes vivessem num programa similar ao Big Brother Brasil (BBB). A expressão Grande Irmão (Big Brother) se refere a um personagem do livro 1984, uma das obras mais lidas, no mundo, no século XX. Outro título importante de Orwell é a Revolução dos Bichos, publicada em 1945, escrito no formato de uma fábula protagonizada por animais no interior da Inglaterra. Um certo dia em uma fazenda, um porco ancião reúne os animais e os convence a trabalharem para si mesmos. Em seguida, os homens são expulsos da fazenda. Os porcos, animais mais inteligentes na história tomam a liderança e vão criando regalias em benefício próprio, a alimentação deles e o conforto é superior em relação aos outros animais até que a um certo ponto, os porcos se vestem como as pessoas. Os porcos criam slogans e propagandas para lavagem cerebral dos animais. No início, os animais criaram mandamentos escritos em uma parede: “Todos os animais são iguais”. A medida em que os porcos vão se beneficiando, a regra muda: “todos os animais são iguais, mas uns são mais iguais que outros”. Foi o retorno da tirania, desta vez vinda dos próprios animais. É importante lembrar que Orwell escreve sobre o seu tempo, alguns anos após o regime soviético Stalinista da década de 1920.  A primeira adaptação da obra-prima de George Orwell foi realizada em 1954 sob a forma de desenho animado numa coprodução britânico-americana. Os diretores pioneiros do longa metragem foram John Halas e Joy Batchelor. O filme foi importante para a história do cinema na Inglaterra. Animal Farm foi a segunda animação longa-metragem produzida no país (a primeira, Handling Ships, data de 1945). O filme foi indicado ao Bafta de melhor animação em 1954. Duração de 1 hora e 12 minutos.  Assista em https://www.youtube.com/watch?v=iZbrKvPMgu0 Títulos de Orwell disponíveis no IFC: ORWELL, George. 1984. disponível nas bibliotecas de Camboriú, São Francisco, Fraiburgo. ORWELL, George. A Filha do Reverendo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 319 p. disponível em Sombrio. ORWELL, George. A Revolução dos bichos. Disponível em Fraiburgo, Araquari, Camboriú, Concórdia, Rio do Sul (Sede), Abelardo, Videira e Sombrio. Boa leitura!!!!